Hiroshi Bogéa On line

Polícias Estadual e Federal realizaram prisões em Belém para combater assaltos

 

A operação é denominada “Confraria”, e foi colocada em prática hoje cedo.

Foi realizada  pelas Polícia Federal, Civil e Militar com objetivo de  prender grupo criminoso responsável pela prática de assaltos na capital do estado.

Nove mandados de prisão preventiva e quatorze mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Belém.

A investigação teve início após a tentativa de latrocínio que teve como vítima um agente de polícia federal, ocorrido no dia 07/05.

Na ocasião, os criminosos roubaram uma arma de fogo pertencente a Polícia Federal.

A partir da identificação de dois homens envolvidos no crime, foi possível perceber que se tratava de uma quadrilha que já responde criminalmente por vários roubos, e muitos já cumprindo pena.

Um mandado de busca e apreensão e um de prisão está sendo cumprido na Colônia Agrícola de Santa Isabel (CPASI).

Um dos investigados cumpre pena em regime semiaberto na unidade prisional, e deixava o local para o cometimento de novos delitos.

O nome da operação faz referência à união das Forças Policiais.

De acordo com a polícia, grande parte do bando é do bairro do Guamá.

Os policiais civis lotados na seccional do bairro, iniciaram as investigações e seguem trabalhando em cima de denúncias feitas pelos moradores, para identificar outros envolvidos nos crimes.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *