Hiroshi Bogéa On line

Polícia Civil em Marabá

Pressrealese enviado por Walrimar Santos, Assessor de Comunicação da Polícia Civil, pontua investimentos em Marabá do órgão de segurança:

A Polícia Civil do Pará dobrou o número de policiais civis que atuam em Marabá, região sudeste do Pará, nos últimos dois anos. Em 2007, apenas cinco delegados estavam em atuação no município. Atualmente, Marabá conta com 13 delegados, ao todo. Naquele ano, o município contava com apenas seis escrivães. Hoje, já são 14. Diariamente, de segunda a sexta-feira, onze delegados trabalham para atender as demandas da região. Três (Bruna Paolocci, Renato Tarallo e Victor Manfrini Braga) são lotados na Delegacia da Cidade Nova; outros cinco (Sérgio Máximo, Vinícius das Neves, Victor Diego Ribeiro, Álvaro Ikeda e José Casemiro Beltrão) atendem a Seccional Urbana, e mais três (Adelina Delpilar, Alberone Lobato e Sílvia Mara Tavares) atuam, respectivamente, nas Delegacias da Mulher (DEAM), de Conflitos Agrários (DECA) e Corregedoria.

Aos finais de semana, a Polícia Civil conta com plantonistas nas unidades policiais. O delegado Miguel Cunha, diretor de Polícia do Interior, da Polícia Civil, afirma que, em 2007, com a realização de concurso público, a maioria dos novos policiais civis nomeada foi lotada, especialmente, em Marabá e no sudeste do Pará. Atualmente, na Seccional Urbana de Nova Marabá, nove escrivães, dos quais quatro plantonistas e cinco no expediente, estão lotados na unidade policial. “Todos estão aptos a registrar boletins de ocorrências”, explica. As unidades da Polícia Civil, em Marabá, estão todas equipadas com equipamentos de informática. Apenas a Seccional Urbana de Nova Marabá possui 11 computadores e um notebook.

Já a Delegacia da Cidade Nova conta com seis computadores. Na DEAM há três e na DECA outros três. A rede de Internet está interligada, em Marabá, ao sistema Navegapará, o que garante acesso em alta velocidade à rede mundial de computadores. Quanto a viaturas, a Polícia Civil afirma que a cidade de Marabá conta com 18 veículos. Quatro deles, tipo caminhonete L200, estão na Seccional Urbana de Nova Marabá (três) e outra na Corregedoria. A Polícia Civil, no município, conta ainda com outros três veículos descaracterizados e um furgão, além de cinco motos. Em 2007, no início do atual Governo, Marabá só contava com duas viaturas em condições precárias de funcionamento.

Em termos de infraestrutura, o Governo do Estado investiu 500 mil reais na construção da Seccional Urbana da Cidade Nova, em Marabá, inaugurada no final do ano passado. Todos os municípios da região sudeste, onde as Delegacias não possuíam viaturas, receberam veículos zero quilômetro. Entre eles, Itupiranga, São Geraldo do Araguaia, Jacundá, Bom Jesus do Tocantins e Eldorado dos Carajás.
 
O delegado Miguel Cunha lembra que a Polícia Civil está realizando concurso público para mais 350 vagas. Assim que os novos policiais civis forem nomeados, a maioria será lotada na região sudeste e, em especial, em Marabá, para aumentar o efetivo. Ressalte-se que, no início de abril, houve um treinamento em Belém de policiais civis de Marabá. O município recebeu armamento moderno.
Autor 

17 Comentários

  1. alessandra .silva

    28 de junho de 2012 - 13:50
    Reply

    Quero saber porque os policiais hoje em dias so usam essa armas para aboso de autoridade e quando as pessoas do bem precisam de vcs, vcs nunca estao perto para nos ajudar mesmo quando acionamos ligamos uma vez nada duas nada ! é como aconeceu com a quela mulher da fl.07 que procurou os policiais e eles nao le deram ouvidos quando nela dizia que seu marido le ameaçava que de fato ele terminou le matando proto e agora quem vai devouver sua vida que poderia ser evitado por pessoas que poderiamos confiar. As pessoas nao confiam em policia que pena que seria vcs que estariam com tamanha autoridade nas maos para nus defender e simplismente nao confiamos só nos resta mesmo orar constantemete à Deus

  2. Marcia

    27 de julho de 2011 - 0:48
    Reply

    Estou horrorizada com a forma que 1 policial civil e 2 militares abordaram na noite de terça feira uma senhora em plena Nagib Mutran… eu não a conheço pessoalmente, mas sei que é pessoa séria e trabalhadora. Ela foi humilhada na frente de curiosos com três armas apontadas em sua direção. Não sei o que aconteceu com aquela senhora… mas confesso que não confio em Policiais Militares e menos ainda em Policiais Civis… a maioria deles não são concursados… entram pelas janelas apadrinhados por políticos corruptos… E aquela senhora? fica a pergunta no ar… onde ela estará agora… Gostaria muito de encontrá-la para saber o desfecho deste episódio no mínimo desastroso daqueles Policiais…
    Marabá, 26 de julho de 2011

  3. marcos de sousa barros

    10 de junho de 2011 - 13:03
    Reply

    Desde de quanto policia é a solução eles são os pandidos cara de pal ; so Deus por nos irmão viva a vida como vc que e merece chek mate

  4. Anonymous

    11 de Maio de 2010 - 0:12
    Reply

    Hiroshi, lí no CT declaração do cara afirmando que veio de Belém para o assalto ao HSBC. A cidade está cheia de bandidos importados. Parece que só os Chefes não vêem ou não querem ver.Mobilizaram atiradores de elite da PF. Esse cara, tal de Johny Shimon, não poderia retornar para Belém nem prá qualquer outro lugar. Entenderam ?Em 10.05.10, Marabá-PA.

  5. Anonymous

    10 de Maio de 2010 - 14:57
    Reply

    Hiroshy,
    As Policias, Civil, Militar e Federal,estão de parabens, uma vez que unidas, combaterão melhor o crime. e no caso do HSBC, resolveram a crise, sem disparar um único tiro, isso demonstra competência das Policias,e não despreparo. estava no local, acompanhando o caso, e os Policiais, utilizaram, técnicas modernas de resolução de crises com refens.
    Abraços.
    Pedro Fortunato

  6. Anonymous

    9 de Maio de 2010 - 23:34
    Reply

    Caro Hiroshi, menos mal que não houve mortos no frustrado assalto ao HSBC da N. Marabá. Agora, mano, o arsenal/pessoal/viaturas/equipamentos mobilizados tanto das Polícia Federal, Civil e Militar, foi algo realmente cinematográfico e – pasmem – para prender 1 único elemento. Me bateu um sentimento de imcompetencia/ e ou despreparo das Polícias no caso. Em 08.05.10, Marabá-PA

  7. Anonymous

    7 de Maio de 2010 - 1:43
    Reply

    Pô Hiroshi,
    Bem que o pessoal avisou no seu blog sobre a segurança em sao domingos. E não é que hoje, quinta feira, teve uma assalto cinematografico.

    Saiu primeiro no seu blog, agora a policia devia criar um blog para receber estas denuncias e outras de corrupçao.

  8. Anonymous

    7 de Maio de 2010 - 1:42
    Reply

    Caro Hiroshy,
    Entendo, que um tema importante, como a segurança Publica, tem que ser tratado com responsabilidade. Uma pessoa que se diz Jornalista e Advogado, ao chamar um Adolescente de Droga de Trombadinha, demonstra, que desconhece, que esse adolescente, é mais uma vitíma das mazelas sociais. entendo ainda, que se os advogados, constataram ilegalidade na apreensão do adolescente, deveriam terem acionado, imediatamente o Ministério Público, para as providências legais, se não fizeram, no minimo foram omissos. Entendo ainda, que o Advogado, deveria, era contestar a Nota da assessoria de Imprensa da Policia Civil, e não querer, fazer comentários preconceituoso, tipico, da elite que a anos domina o Pais.
    Abraços.
    Paulo Sergio
    Assistente Social

  9. Quaradouro

    5 de Maio de 2010 - 16:00
    Reply

    Caro:
    diz aí pro Carlos Prestes (hummm) que estou esperando ele ou o Cunha desmentirem que havia a droga de um trombadinha jogado no chão da delegacia, ou quando foi possível a qualquer cidadão conseguir fazer rapidamente um boletim de ocorrência em nossas duas delegacias.

  10. campoverde

    4 de Maio de 2010 - 14:07
    Reply

    Nos dirigimos até a delagacia de São Domingos do Araguaia,
    para registrar o Boletim de Ocorrência (BO ), roubo em nosso
    estabelecimento comercial Campo Verde Agropecuária. Porém
    além da total falta de segurança, já nos sentido totalmente des
    protegidos, não pude fazer o registro…
    Segundo a Delegada desde sexta feira dia 30, que não se faz
    nenhuma ocorrência devido ao sistema não estar funcionando!!!Acredito realmente que não seja culpa dos profissionais e sim da falta de apoio e organização de todas as esferas de governo!!!!
    Então ficou ou dito pelo não dito, porque nem direito a um pedaço
    de papel nós temos!!!Já que segurança nem pensar!!!
    ISSO É UMA VERGONHA!!!!
    E AGORA O QUE FAZER???
    Vamos continuar de braços cruzados esperando novamente um ataque desses mal feitores e foras da lei!!!????

  11. Dármina

    4 de Maio de 2010 - 10:32
    Reply

    Bom dia Hiroshi!!!
    Eu hoje não poderia deixar de manifestar minha total insatisfação no que diz respeito a falta de segurança em nossa região!!!
    São Domingos do Araguaia está um caos total…
    Estamos totalmente largados e a mercê dessa classe de marginais que tomou de conta de nossa cidade…
    Estou indignada, pois aqui não temos mais o direito de trabalhar, pois não sabemos se no dia seguinte iremos encontrar alguma coisa em nossos estabelecimentos comerciais…
    Todos os dias lojas e casas são assaltadas, deixando a população em estado crítico…
    Policiamento não existe em nossa cidade…
    Será porque? baixos salários? Falta de equipamentos?
    Ficamos sempre a nos perguntar!!!
    E a culpa é de quem???
    Porque pagamos nossos impostos que por sinal são muitos e muitos mesmo…
    Cadê nossa segurança??
    Queremos exigir segurança…
    Eu como cidadã conhecedora dos meus direitos não posso aceitar essa situação!!!
    Minha loja foi assaltada, praticamente levaram tudo mesmo… colocaram mesmo foi pra fechar e tirar do ramo… Levaram os computadores, medicamentos e várias outras coisas…
    Sinceramente aqui em São Domingos do Araguaia daqui uns dias não existirá mais nenhum comércio, pois só estes dias já foram assaltadas mais de 10 estabelecimentos comerciais…
    Precisamos de mais segurança!!!! Precisamos mais de segurança!!!!
    Precisamos de mais segurança!!!!

  12. Anonymous

    3 de Maio de 2010 - 17:08
    Reply

    Hiroshy,
    o anonimo das 13:03, está correto, a Dr, Adriana´Sacramento Silva, trabalha diariamente na Delegacia de Homicidios, localizada no prédio da Seccional de Marabá.
    Delegado casemiro

  13. Anonymous

    2 de Maio de 2010 - 16:03
    Reply

    Essas informações não estão completas. A Dra Adriana não é delegada aqui em Marabá? Que me conste ela é delegada de homicídios.

  14. angelica

    2 de Maio de 2010 - 11:53
    Reply

    Hiroshi, Por falar em policia, seja ela civil ou militar, aqui no bairro do novo horizonte está acontencendo uma situação lamentavel.

    Sou uma senhora de 31 anos e faço caminhada todos os dias na avenida tocantins e acontece que já levei até tapa na bunda fora os palavroes de tarados que ficam na rua sentados nas calçadas.

    É uma DENUNCIA a segurança das jovens e senhoras que tentam manter a forma fisica de uma maneira mais saudavele barata.

    Mesmo assim passamos por estes contrangimentos.

    Entao se algum delegado ou delegada quiser fazer um serviço serio, pois se trata de policias, uma preventiva e outra judiciaria, faço um convite as delegadas para fazer uma caminhada a paisana pelas 6:00 as 7:00 da manha e vai surpreender-se com a ousadia destes malandros tarados.

    E te declaro que isto é muito usual nesta area que estou falando. A impunidade parece que impera. Espero que tenhamos uma solução e vermos estes tarados na cadeia.

    Escolhi seu blog por que acho que tem mais interação com outros blogs e parece ser lido pelos homens da lei.

    Abraços

    Angelica

  15. Anonymous

    2 de Maio de 2010 - 1:38
    Reply

    Amigo,
    Para diminuir os indices de violência, não é necessário, apenas ações Policiais, é preciso também, a implementação de Politicas Públicas duradouras e sérias, o que não estamos vendo por parte da Prefeitura de Marabá. Em nenhum lugar do mundo,se tem noticia de que apenas ações policiais, resolveram o problema.
    Abraços.
    Fernando Castro

  16. Anonymous

    1 de Maio de 2010 - 20:42
    Reply

    Claro que aumentar o efetivo,e fornecer infraestrutura para a polícia trabalhar é muito importante,a governadora ,fazendo isso,está cumprindo com seu dever.Porém,quem tem mais de cinquenta anos,já viu esse filme muitas vezes,sem que a criminalidade diminua efetivaemente(acabar,claro,é utopia),vamos rezar prá,antes que carros,armas,computadores,delegacias,estejam de novo,sucateados,possamos andar pelasa ruas de Marabá,sem o temor de sermos tomados de assalto e até mesmo mortos,só o tempo…

  17. Anonymous

    1 de Maio de 2010 - 17:37
    Reply

    Hiroshy,
    no blog Quaradouro, eu disse que conhecendo o Miguel Cunha, como conheço, a resposta a OAB, e ao Ademir Braz, não demoraria. No dia que a noticia foi divulgada, no Jornal Correio do Tocantins, telefonei, para o miguel Cunha,alcançando o mesmo, em Juruti, fronteira do Pará, com o Amazonas, onde o mesmo, estava entregando Veiculo e armamento, a Policia Civil, daquele Municipio, e ele,ao ser informando da reportagem, ficou muito revoltado, e disse que era sacanagem, e que a informação publicada, no Jornal, era mentirosa, e facilmente contestada, uma vez que o mesmo Jornal, já havia publicado, várias reportagem, quando da entrega de viaturas e a chegada de novos Policiais Civis a Marabá. O delegado miguel Cunha, disse ainda, que ainda este ano, vai fazer mais investimentos em Marabá, e que aqueles que criticam, estão com saudade do passado.
    Um Abraço.
    Carlos Prestes.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *