Hiroshi Bogéa On line

Piratas sequestram navio com 150 passageiros na Ilha do Marajó

O Estreito de Breves, município localizado na Ilha do Marajá,  é formado por diversos igarapés e furos que desaguam  na Baia do Marajó.

Os principais furos são o Santa Maria, Parauaú e Tajapuru.

É ali onde se registram ações dos “piratas do Marajó”, como são denominadas as quadrilhas de bandidos e assaltantes que margeiam a região levando pavor e violência aos passageiros e tripulantes de embarcações.

E foi no Furo Tajapuru que um navio, com cerca de cento e cinquenta passageiros, teve ordem de sequetro dada por uma gang de piratas, no início da noite desta quarta-feira, 31..

O navio  saiu de Breves com destino ao Jarí, no Amapá, por volta das 18h45.

Quando começou a navegar pelo  Rio Tajapuru, próximo a Vila Liverpool foi sequestrado por piratas.

Cerca de 150 passageiros estavam à bordo, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará.

As informações foram passadas por telefone pelo irmão do comandante do navio.

“Quem me informou foi o delegado de Breves. Precisamos de ajuda para localizar o navio e as vítimas o mais rápido possível. Faz mais de 24 horas que estão desaparecidos, ninguém sabe se tem alguém ferido ou se estão bem”, disse Mauro Lobato.

Um outro irmão do comandante do navio está a caminho do aeroporto, junto de um delegado da Polícia Civil, onde deve embarcar em uma aeronave que irá sobrevoar a região onde o crime foi efetuado, na tentativa de localizar a embarcação e as vítimas.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, as investigações estão sendo feitas pela equipe de Grupamento Fluvial da Segup.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *