Hiroshi Bogéa On line

Nova Base Curricular começa a ter implementação definida

Quem informa é o jornalista Nélio Palheta:

 

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/PA) promovem na próxima terça-feira (06) o “Dia D da BNCC” – Base Nacional Comum Curricular -, iniciando a discussão sobre essa nova estrutura e suas competências no Estado do Pará. A atividade faz parte do calendário nacional de implementação do novo currículo escolar do ensino fundamental. A BNCC foi homologada no dia 20 de dezembro de 2017, e que será aplicada a partir do ano letivo de 2019.

O calendário prevê atividades estaduais e municipais que começam nesta terça-feira, com o evento “Dia D da BNCC”, congregando gestores das unidades da Seduc, diretores de escolas, técnicos e professores – inclusive das redes municipal e privada de ensino.

A BNCC  é uma referência para a construção e adaptação dos currículos de todas as redes de ensino do País, que terão autonomia para elaborar metodologias de ensino, abordagens pedagógicas e avaliações, incluindo elementos da diversidade local e apontando como os temas e as disciplinas se relacionam.

Envolvimento – Para melhor compreender esse novo contexto do ensino fundamental, a secretária de Estado de Educação, Ana Claudia Serruya Hage, explica que, “no Pará, a Base se transformará numa política de Estado, que vem sendo construída pela comunidade escolar de maneira colaborativa desde 2015. Nosso objetivo, agora, é envolver os atores educacionais de todas as redes (pública e privada), para que o Estado tenha um só currículo, respeitadas as peculiaridades regionais, locais, que implicam trabalhar diversidades culturais”.

A diretora de Ensino Infantil e Fundamental da Seduc, Marizete Martins das Silva, acrescenta que “a Base dá o rumo que os currículos das escolas de todo o País devem adotar, e mostra aonde a educação nacional deve chegar, enquanto os currículos traçam os caminhos que as escolas devem seguir. E isso dá concretude à determinação de que os alunos têm o direito de aprender com qualidade e equidade”.

Palestras e vídeo – O “Dia D da BNCC” tem o apoio da Undime/PA, e será realizado na Escola Anísio Teixeira, das 8 h ao meio-dia, com transmissão, por videoconferência, para as Unidades Regionais da Seduc (UREs). A programação incluirá o vídeo “Estrutura da BNCC” e três palestras: “A BNCC e a nossa Rede/Escola – Que cidadãos queremos formar na escola?”; “As 10 competências no contexto da escola” e “Como compartilhar informações sobre a BNCC? O que aprendemos? O que eu sabia antes… e o que sei agora…”.

O evento iniciará um roteiro longo e detalhado de trabalho, que estabelece quatro ações que todas as escolas precisam executar ao longo do ano: revisão curricular das redes dos Programas Político-pedagógicos (PPPs); formação continuada de professores; alinhamento dos materiais didáticos e das matrizes de avaliação de desempenho.

Comitê de governança – Na última sexta-feira (2), gestores da Seduc, na capital e no interior, vinculados à Secretaria Adjunta (Saen), reuniram-se em Belém para detalhar a programação do “Dia D”. As atividades de implementação da Base Curricular, iniciadas em 2017, requerem ampla integração da Seduc e Undime com os municípios paraenses.

No último dia 22 de fevereiro, uma portaria da Seduc instituiu um órgão de governança da Base no Pará, composto pela Comissão Estadual e pelo Comitê Executivo de Implementação da BNCC no Estado, integrado pela secretária Ana Claudia Hage e repreBsentantes do Conselho Estadual de Educação, Undime, União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), Fórum Estadual de Educação, Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Universidade Federal do Pará (UFPA) e Ministério Público do Estado.

Serviço: Mais informações sobre a BNCC estão disponíveis no portal da Seduc (www.seduc.pa.gov.br).

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *