Hiroshi Bogéa On line

Nem um nem outro

EmbromaçãoDentro de três meses, o ano de 2015 termina.

Mais um ano.

Mais um período de enrolação.

Nem o asfaltamento dos 12 km de rodovia Transamazônica nem o edital  para a licitação da derrocagem do Pedral do Lourenção  saíram.

O trecho de 12 km da Trasam, lá no município de Palestina, permanecerá gerando desconforto a quem trafega pela região.

No inverno,  os atolamentos e filas de carros aguardando a hora ideal para seguir viagem.

O edital do Lourenção, só  embromation.

O mês de junho terminou, para quando foi anunciada a última publicação; chegou julho, passou agosto, finda setembro….

 

Post de 

3 Comentários

  1. Tasca

    24 de setembro de 2015 - 09:35 - 9:35
    Reply

    e a BR 155? e a BR 158? e a Ponte entre Xambioá-TO e São Geraldo-PA?
    “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto” – Rui Barbosa

  2. Apinajé

    23 de setembro de 2015 - 10:18 - 10:18
    Reply

    Boa dia amigos!
    Não posso me conter diante dessa constatação do poster,falo especificamente da derrocagem.
    na época do ultimo oba oba sobre o assunto,eu fiz um comentário aqui mesmo neste sítio,que não sairia,aí está,cadê?
    não passa de mais um engodo,falta-nos força política,assim foi com a alpa,está sendo com a hidrovia,hidrelétrica etc…
    diante de tudo isso e do caus em que nos meteram(pedra também cantada)essas obras não saem antes dos anos 2200.
    na verdade hiroshi,além da crise financeira,o País precisa canalizar os poucos recursos que restam para construção de cadeia.
    se você buscar em seus arquivos(inclusive os não postados)encontrará muitos comentários em que falo que o PT é refém do PMDB e de sua próprias escolhas.
    um abraço.

  3. Marcus

    23 de setembro de 2015 - 09:58 - 9:58
    Reply

    Como dizia um certo personagem da Zorra Total: “Ele acreditoooouuuu…”

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *