Hiroshi Bogéa On line

Madeira ilegal é apreendida em Castanhal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 50 metros cúbicos de madeira ilegal em dois veículos no município de Castanhal, no nordeste paraense.

Apesar de contarem com nota fiscal, durante a fiscalização, foram encontradas diversas peças de madeira serrada ausentes na descrição das declarações e documentos de origem florestal apresentados pelos condutores nos dois caminhões.

As apreensões ocorreram na última sexta-feira (29), durante fiscalizações realizadas no quilômetro 55 da BR 316.

O primeiro veículo, do tipo Scania/P 360 A6x2, placa FTB-9159/SP, estava carregado, de acordo com a nota fiscal, com 27 metros cúbicos de madeira serrada do tipo: angelim vermelho serrado em sarrafo, em caibro, em prancha, em tábua, em viga e em vigota; louro vermelho em sarrafo e em tábua.

Já o segundo veículo, uma M.BENZ/Atron 2324, de placa OJX-5408/RN, possuía nota fiscal com a descrição de 23 metros cúbicos de madeira transportada: taxi madeira serrada tabua taipa; taxi caibro curto; taxi-preta madeira serrada e tábua taipa.

Por conta das irregulares, os agentes rodoviários questionaram os perfis e cortes da madeira transportada que não constavam nos documentos apresentados.

O condutor do primeiro veículo informou que aceitou o convite feito pelo proprietário do caminhão para realizar o transporte da mercadoria porque estava desempregado.

Já o motorista do segundo veículo afirmou desconhecer a irregularidade.

Os condutores receberam voz de prisão e assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), em que se comprometeram a comparecer em juízo para prestar esclarecimentos.

As composições veiculares ficaram retidas na Unidade Operacional PRF de Castanhal, à disposição do órgão ambiental, assim como a carga.

Os dois condutores foram enquadrados no art. 46 da Lei 9.605/1998

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *