Hiroshi Bogéa On line

Grevistas recusam acordo em Marabá e voltam a impedir o abastecimento. Exército pode ser acionada nesta terça

O acordo que o Comitê de Crise havia costurado no final da tarde desta segunda-feira, 28, com algumas lideranças de caminhoneiros em greve nas rodovias, foi por água abaixo , no início  da noite.

Alegando não terem sido ouvidos em assembleia para discutir o que havia sido combinado na reunião, manifestantes decidiram peitar a comissão que falou em nome dos grevistas, impedindo a passagem dos caminhões que iriam transportar 300 mil litros/dia para os postos de gasolina de Marabá e da microrregião.

Ou seja, tudo voltou a à estaca zero.

Com o agravamento da situação, o blogueiro acaba de ser informado que o Ministério Público Federal deve estar requisitando, ainda agora à noite, forças da Polícia Rodoviária Federal e do Exército para desobstruir a saída dos caminhões-tanque do terminal, no Distrito Industrial de Marabá,a tentativa de garantir o abastecimento dos postos de combustíveis de Marabá e de Municípios do entorno.

 

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *