Hiroshi Bogéa On line

Ferrovia no Mato Grosso: paraenses condenam omissão de deputados e senadores

A atual bancada paraense, formada por 17 deputados federais e três senadores, está sendo responsabilizada, nas redes sociais e fora delas, pela perda de 4 bilhões de reais a serem destinados, pela Vale, ao Estado do Mato Grosso, para a construção de uma ferrovia de 400 km ligando aquele estado ao Goiás – e também uma ferrovia em São Paulo, a Ferroanel.

O investimento é resultante da renovação da concessão por mais trinta anos  para a empresa Vale da ferrovia que sai de Carajás, no Pará, para o Porto de Itaqui, no Maranhão.

O governo  de Michel Temer, deputado federal eleito por São Paulo, quer que a Vale viabilize a Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico) e outra no estado natal do presidente.

Posts de variados gostos  e cores publicados no Facebook e Twitter condenam a apatia dos representanes paraenses.

“Somente agora, depois do leite derramado, senadores e alguns deputados federais fazem discursos condenando a medida do governo e da Vale. Uma vergonha!”, diz post assinado por José Marion Silva, no seu perfil do FB.

Aqui no blog, leitores também criticam a bancada.

Abaixo, alguns comentários printados:

 

 

 

Post de 

3 Comentários

  1. Domício Jorge Brasil Soares

    4 de julho de 2018 - 23:46 - 23:46
    Reply

    Amigo Hiroshi, a seguir dados da VALE, que falam e dizem, muito, por sí só. A Companhia tem uma base de acionistas global e diversificada. Total de Ações(sem Tesouraria) Maio do corrente : 1) Investidores estrangeiros 46,5 % das Ações, 2) Investidores brasileiros 12,5 %, 3) Litel Participações 10,9 %, 4) BradesPar(Bradesco) 4,2 %, 5) Mitsui e Cia. Ltda. 3,6 %, 6) BNDES Participações 2,3 %, 7) Litel/Litela Participações S. A. 8) BradesPar S.A.(Bradesco) 9) Mitsui e Cia. Ltda 1,9 %, 10) BNDES Participações S. A. 5,5 %, São Ações Ordinarias(Ord.), Preferencias 0,0000000 %. Donde se conclui que, literalmente, em meu modesto sentir, não se deve vender estatais de cunho estratégico. Em 04.07.18, Marabá-PA.

  2. Luis Sergio Anders Cavalcante

    4 de julho de 2018 - 17:24 - 17:24
    Reply

    Todos e cada um tem rabo preso, por isso se omitem. Que aprendam os eleitores que se deixam manipular vendendo seu voto. Falo dos menos esclarecidos que são massa de manobra. A eleição bate à porta. Saibamos e aprendamos a votar, embora os honestos merecedores do voto sejam número mínimo. Em 04.07.18, Mba.-PA.

  3. Mosavelino

    4 de julho de 2018 - 14:30 - 14:30
    Reply

    Meu caro jornalista Hiroshi, mais isso já era esperado, pois todo tempo essa bancada paraense foi uma vergonha mais nos últimos anos ela tem conseguido se superar, eficiência zero é uma vergonha pra nós eleitores e esses caras ainda dizem que são representante do povo. Lamentável

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *