Hiroshi Bogéa On line

Depois dos testes, iluminação do Parque do Utinga é aprovada

Os testes de iluminação do Parque do Utinga, em Belém,  foram concluídos com sucesso.

Falta pouco para a área ambiental ser entregue definitivamente para uso da população.

As fotos dão uma dimensão da magnitude do empreendimento, um dos espaços mais procurados em Belém por quem aprecia o contato com a natureza e também encontra no  ambiente o cenário ideal para a prática de atividades físicas e de lazer.

Executado pelo Governo do Estado, o Parque do Utinga contempla circuito de quatro quilômetros de pistas, preparado para caminhadas e passeios de bicicletas, patins e skates, além de um grande estacionamento de 500 lugares para veículos e de um centro de recepção aos visitantes, equipado com auditório para 50 lugares e café.

Contemplando as áreas de floresta de terra firme, várzea e igapós, o  Parque do Utinga, com 1.393,0088 hectares, é a maior área de conservação com proteção integral na Grande Belém aberta à visitação e o único parque natural do Brasil localizado em perímetro urbano.

No local existem diversas espécies de aves, mamíferos, répteis, anfíbios e insetos, além de uma flora exuberante.

Atualmente, o Parque tem várias funções: protege os mananciais da Região Metropolitana de Belém, responsáveis por 60% do abastecimento público de água; funciona como área de pesquisa para instituições de ensino superior e também como laboratório natural de biodiversidade; sedia reuniões de governo; abriga um banco de sementes de espécies regionais, além de ser uma área de lazer para a população. (Fotos  Sidney Oliveira, e outras extraídas de redes sociais)

 

Post de 

2 Comentários

  1. Patricia

    16 de Março de 2018 - 22:58 - 22:58
    Reply

    Falta flores, coloridos

  2. Vítor

    13 de Março de 2018 - 00:11 - 0:11
    Reply

    Olá,
    Existe alguma informação sobre o aquário?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *