Hiroshi Bogéa On line

Cerca de mil abordagens a ônibus por dia serão feitas na Grande Belém

Lançada esta semana em Belém, a operação “Ônibus Seguro”.

Iniciativa do comando da Polícia Militar do Pará, ação visa reduzir o índice de roubo a ônibus na Região Metropolitana de Belém, unindo polícia e sociedade no combate ao crime.

Em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Belém (Setransbel) e com o apoio dos rodoviários, a operação deve realizar cerca de mil abordagens a ônibus por dia, aumentando a segurança nos coletivos.

O procedimento da operação é simples: acionados pelos próprios motoristas, ou em caso de suspeita, os policiais militares irão abordar o coletivo e registrar o início da ação por meio de um cartão eletrônico semelhante ao “Passe Fácil”.

Em seguida, os passageiros serão informados sobre a operação e, conforme a necessidade, serão feitas revistas policiais.

Em alguns casos, os policiais devem fazer uma parte do trajeto dentro dos ônibus para manter a segurança dos passageiros.

Transcorrendo tudo dentro da normalidade, os policiais irão novamente passar o cartão eletrônico e registrar o término da operação.

Caso haja flagrante de ato ilícito, a viagem será interrompida e o suspeito conduzido para a delegacia mais próxima.

A operação Ônibus Seguro começou a ser planejada no início deste ano, quando o Comando da PM procurou o Setransbel para juntos buscarem soluções para combater a prática de crimes nos ônibus.

Uma ação semelhante, denominada “Operação Busca Implacável”, já estava em curso no estado do Maranhão, onde a polícia conseguiu reduzir em 25% o número de roubos a ônibus.

Inspirada na mesma ideia, a Ônibus Seguro deve tornar as viagens nos coletivos mais seguras.

O coronel Luís Carlos Rayol, comandante do Comando de Policiamento da Capital, explica que o fator surpresa é o maior diferencial da operação, já que ela será implementada em toda a Região Metropolitana e a qualquer momento.

“Nós já vínhamos fazendo a Operação Bloqueio, mas com essa ferramenta vamos estar cada vez mais perto do cidadão”, destacou o coronel.

Natanael Romero, diretor de Operações do Setransbel, destaca que no primeiro treinamento para a operação, realizado em setembro deste ano, um traficante foi detido dentro de um ônibus na Avenida Pedro Álvares Cabral.

O diretor também explica que os relatórios com a produtividade da operação servirão de base para que a PM elabore novas estratégias de ação. “Essa operação preventiva a gente acredita que vai ter um excelente resultado”.

O coronel Marco Antônio Rocha, chefe do Departamento Geral de Operações, compareceu ao lançamento da operação Ônibus Seguro e fez uma explanação sobre a operação à tropa.

O coronel Leão Braga, chefe do Estado Maior Geral, também esteve presente e lembrou que, junto com as polícias, a sociedade tem papel fundamental no combate a criminalidade.

Autor 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *