Agências do INSS podem ser fechadas no Pará

Agências do Pará do INSS podem entrar no bolo daquelas que correm o risco de fechamento diante da decisão do governo Temer de acentuar cortes de recursos destinados ao Instituto Nacional do Seguro Social .

A agência de Marabá, entre muitas que ainda funcionam no Estado, estaria no rol das degoladas.

Quem será afetado diretamente com a decisão do governo é a população, além de advogados que atuam na defesa de ações de pedidos de aposentadoria.

“Se isso realmente ocorrer, o profissional da área do Direito que atua diretamente junto ao instituto previdenciário –  também será apenado,  já que ele não terá como trabalhar sem o funcionamento  do setor administrativo do INSS”, concorda uma advogada ouvida  pelo blogueiro.

O próprio presidente do INSS, Leonardo Gadelha, vem lutando junto ao governo para evitar mais cortes no repasse de recursos, sem sucesso.

Nas contas do INSS, é provável que mais da metade das atuais agências seja fechada.

O fechamento de número tão acentuado de pontos de atendimento previdenciário só não teria ocorrido ainda devido ao desgaste que o ato acarretaria ao já combalido governo Temer.

Inicialmente, o INSS deverá reduzir os horários de atendimentos e, caso a situação persista, serão fechados os postos menos procurados.

Na última fase do plano de contingência, é que as agências deverão ser fechados por tempo indeterminado.

A agência de Marabá do INSS, nos últimos  meses, vem funcionando precariamente, consequência dos cortes orçamentários impostos pelo governo federal.