Hiroshi Bogéa On line

A decisão do PT de apoiar o MDB e sua implicação junto à militância do partido

O que o leitor do blog vai ler a seguir foi extraído do blog do Diógenes Brandão, sempre antenado com assuntos ue envolvem  as decisões do Partido dos Trabalhadores.:
“A decisão tomada pela executiva estadual do PT-PA, nesta quinta-feira (11), deixou a sociedade paraense sem entender os motivos que levaram o partido a declarar apoio a Helder Barbalho, neste segundo turno das eleições para o governo do Estado.
Representantes dos grupos de Paulo Rocha, Beto Faro, Dilvanda Faro e Carlos Bordalo, já chegaram com posição definida: Apoiar Helder Barbalho.
Já o grupo de Zé Geraldo, Airton Faleiro e Dirceu Ten Caten confirmaram o que o blog AS FALAS DA PÓLIS anunciou na madrugada de hoje: Fecharam posição em apoio a Márcio Miranda para governador.
Só o grupo liderado pelo ex-deputado federal Cláudio Puty  defendeu que a estratégia prioritária para este segundo turno deveria ser a reunião de forças para eleger Fernando Haddad  e que qualquer candidato que quisesse o apoio do PT, deveria igualmente declarar o apoio ao candidato a presidente do partido.

Para tal, o grupo defendida a criação de uma ampla frente multi-partidária para conseguir juntar a maioria das forças políticas e barrar a ameaça fascista representada na candidatura de Jair Bolsonaro.

No entanto, por maioria simples, a reunião da executiva estadual do PT aprovou a posição de apoio a  Helder Barbalho e soltou uma nota justificando a decisão.

Nela, o PT diz que em 2003, durante o primeiro ano do segundo mandato de Lula como presidente, deu-se início a um projeto que representa uma política de destruição do ideário de nação, de liquidação dos direitos sociais e econômicos da grande maioria da população, de mutilação da soberania do Brasil, e de incentivo do ódio e da intolerância como método de disputa política. Confuso, né? Mas é isso que você pode ler  na fanpage do partido.

Militância não foi ouvida e reagiu contrária à aliança com o MDB
O anúncio da decisão deixou a maioria da militância confusa e quem não é petista ficou sem entender o que leva o PT a manter-se aliado aos representantes de Michel Temer no Pará, já que o PT e a esquerda como um todo, desenvolveram a narrativa de que sofreram um golpe orquestrado pelo MDB, que tomou o poder após um impeachment forjado.
Através de métricas e análise de sentimento nas redes sociais é possível identificar diversas manifestações de filiados e simpatizantes do PT, se colocando contrários à decisão dos dirigentes do partido e ameaçando ignorar o acordo eleitoral feito com o MDB, o que pode fazer com que só seja cumprido pelos que participaram das negociações, enquanto a maioria dos votos entregues aos candidatos do PT, no primeiro turno, até agora tem rumo desconhecido, neste segundo turno das eleições para o governo do Estado.
E o Haddad?
Preocupados que a decisão adotada pelos membros da executiva do PT não contamine a campanha do presidenciável, um grupo de militantes e simpatizantes da candidatura de Fernando Haddad criaram um grupo no Whatsapp, com o intuito de discutir estratégias para ajudar e priorizar a campanha presidencial, ao invés de priorizar a campanha de Helder Barbalho ou de Márcio Miranda.”
Post de 

3 Comentários

  1. Djalma Guerra Junior

    12 de outubro de 2018 - 23:00 - 23:00
    Reply

    Meu voto é nulo.

  2. Luis Sergio Anders Cavalcante

    12 de outubro de 2018 - 17:59 - 17:59
    Reply

    Sr. Hiroshi, o PT, definitivamente, há muito, deixou de lado seus dogmas tradicionais. Dilma foi traída descaradamente, sem dó nem piedade, por Temer e demais emedebistas epêessedebistas, então aliados. Essa explicação mixuruca, despropositada e sem o mínimo pudor, retrata fielmente o atual momento petista, onde se vende tudo, inclusive a alma e honra. Como ficarão e o que pensarão, e como votarão, quem votou em Paulo Rocha(PT), por exemplo, para Governador ? 12.10.18, Mba.-PA.

    • Apinajé

      13 de outubro de 2018 - 09:58 - 9:58
      Reply

      Luis Sergio,bom dia!
      Eu tenho a resposta que você busca:Já ficaram,sem pai e sem mãe!Assim é quem segue para quem segue um partido política como fanáticos seguem uma seita!A doutrina PTista,domina a alma,corrompe as mentes de seus seguidores,não duvido que os eleitores do sr. Paulo rocha,inundem as urnas com votos para o Barbalhinho,bem como esqueçam até segunda ordem todos os males que o MDB lhes causou…O PT se transformou naquilo que ele combatia, o que há de pior,o fisiologismo que sempre no Brasil,os fins justificam os meios.
      Um abraço

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *