Hiroshi Bogéa On line

A contribuição, no blog, de jovens contadoras de histórias

O blogueiro sempre tietou as ações culturais desenvolvidas em Marabá e região pela Cláudia Borges e Marluce Caetano (foto).

Em diversos eventos, o blog esteve presente, registrando a performance de contadoras de histórias para públicos infantis fissurados pelos personagens paridos das narrativas.

Sempre vi nos trabalhos de Cláudia e Marluce  a constatação de que verdadeiramente a cultura é um dos campos mais propícios para o fortalecimento do diálogo democrático, para articulação social e também para praticar o desenvolvimento local em sua dimensão cultural.

Como disse, sempre marquei minha tietagem em torno das duas, tanto que o blog não se cansa de estar publicando posts com registros de suas atuações.

Basta ver alguns links abaixo.

AQUI.  AQUI.    AQUI.   AQUI.   AQUI.   AQUI.   AQUI.

De uns tempos que não duraram muito, Cláudia Borges levou seu talento para o Estado do Ceará, para onde foi fazer morada acompanhando o marido transferido em seu trabalho.

Com a ida dela para longe da cidade, não foi coincidência  a redução do número de eventos que deixaram de ser agendados na área cultural.

Eis que uma bela noite, no final de 2018, eu e Cláudia nos encontramos num evento para crianças em colégio de Marabá.

A jovem educadora já estava de novo na terrinha, um pouco “encrencada” como acúmulo de trabalhos para a conclusão do Mestrado.

Mas isso não impediu o blogueiro de lhe fazer convite para colaborar semanalmente publicando histórias em nosso site.

Cláudia cercada de crianças: contações, ludicidade…

 

Cláudia aceitou com a condição de que o blogueiro não levasse ao pé da letra o calendário de publicação, uma vez o tempo da educadora volta-se totalmente para a conclusão da especialização.

Bem, claro, não  havia razão para não contemporizar pedido tão nobre.

Resultado está aí.

Em três semanas seguidas, Cláudia Borges já reúne em torno de seus posts uma agradável manifestação de seguidores comentaristas, elogiando  a presença da educadora no site.

Isso nos deixa orgulhosos.

É um reconhecimento sujo valor extrapola medições, porque o trabalho do agente cultural impulsiona as potencialidades econômicas, sociais, turísticas e ajuda a formar espaços de sociabilidade na cidade.

Atualmente, a cultura tem mostrado sua importância como agregadora das relações na cidade sendo esta um espaço essencialmente cultural.

E as ações de Cláudia e suas amigas envolvidas em projetos do gênero englobam atuações junto às crianças!

Toda criança adora ouvir história.

Contar histórias ajuda muito no desenvolvimento da linguagem.

Contar histórias para crianças vai muito além de uma atividade de lazer.

É claro que esse é um momento lúdico, que distrai e encanta a criançada, mas essa atividade também pode contribuir (e muito) para o desenvolvimento dos filhos.

Hoje em dia, as informações chegam às crianças por meios bem diferentes daqueles de alguns anos atrás.

É televisão, internet, Netflix, cinema e por aí vai.

Mas apesar de todo esse estímulo globalizado, nada tira o mérito de ouvir uma boa história para ativar e mexer com o imaginário dos pequenos.

Cláudia Borges, nossa colaboradora,  trás essa contribuição, ao lado de Marluce e todas as educadoras envolvidas em projetos culturais na cidade.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *