Hiroshi Bogéa On line

1.344 mandados de busca e apreensão e prisão são cumpridas em Ananindeua

Com informação das ORM:

 

Operação realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) na madrugada desta quarta-feira (04) cumpriu 1.344 mandados de busca e apreensão e prisão no residencial Pouso das Aracangas, conhecido como “ Cidade de Deus”, localizado no bairro do Aurá, em Ananindeua.

O local foi invadido e está sob o domínio de uma facção criminosa.

“A Segup fez um grande trabalho de envergadura,  a maior do Estado em termos de policiais, com objetivo de restabelecer a ordem nessa área específica do Aurá. Mas por que essa operação? Foi feito um levantamento há três meses atrás onde apuramos que existia um grupo que extorquia moradores e funcionava como uma espécie de milícia. Temos mais de 1.300 mandados, entre busca e apreensão e mandados de prisões para cumprir, então algumas prisões já foram efetuadas e vários elementos já foram capturados”, detalha o coronel Rosinaldo Conceição, da Polícia Militar.  Entre os presos na operação está o atual vereador de Ananindeua conhecido como “Gordo do Aurá”.

Ainda sobre a operação, foram presos 17 pessoas, sendo dois adolescentes. Três foram baleados e uma pessoa, ainda não identificada, veio a óbito. Nove tijolos de maconha foram apreendidos, assim como quatro armas de fogo, pedras de oxi e petecas de pasta base de maconha. Os presos foram encaminhados para Delegacia Geral.

Segundo informações da Segup, o condomínio residencial Pouso dos Aracangas, popularmente conhecido como Cidade de Deus é o que representa maior periculosidade na região metropolitana de Belém. O acesso ao local é possível pela BR-316, entrando pela rua 2 de junho, passando em frente ao Carandiru.

Cerca de 1.200 agentes de segurança participaram da operação, com apoio de 244 viaturas,quatro guinchos, duas aeronaves do Grupamento Aéreo de Segurança Pública, quatro ônibus para o transporte de presos, uma viatura de combate a incêndio e quatro ambulâncias do Corpo de Bombeiro Militar.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *